“Narrando Histórias,

Ferramentas para a Expressão Artística”

Público Alvo: educadores, estudantes de teatro, iniciantes interessados na narração de histórias.

Oficina de narração de histórias e estudo do corpo do narrador, a relação narrador, história e platéia. Estudo das técnicas existentes na criação e narração de histórias, trabalhando diretamente a presença cênica do narrador. A oficina traz aos participantes uma gama maior de ferramentas para a criação de espetáculos, cenas, ou simplesmente como uma expressão artística dentro dessa linguagem. Aos educadores, será mais uma possibilidade de expressão e trabalho dentro e fora da sala de aula.”

 

“O Teatro de Animação e o Narrador de Histórias”

Público Alvo: educadores, estudantes de teatro, iniciantes interessados na narração com teatro de animação

São inúmeras as possibilidades de se narrar uma história: utilizando bonecos, objetos ou formas animadas, música, pinturas, origamis, teatro de sombras, entre outras. Mas, como aplicar ou até mesmo escolher aquilo que conversa diretamente com os objetivos que pretendo alcançar com o meu projeto dentro de tantas possibilidades?  Esta oficina trará as diferentes possibilidades  técnicas do teatro de animação que auxiliam a narração de histórias. Trabalharemos assim, os princípios de manipulação e o estudo da relação do narrador e objeto ou forma animada..

Nessa oficina, incluiremos a utilização de objetos, bonecos ou formas animadas como mais uma expressão e ferramenta artística para a execução de uma história.

 

“Teatro de Bonecos e Formas Animadas,

da dramaturgia á cena”

Público Alvo:  educadores, estudantes de teatro, iniciantes interessados no teatro de animação.

Esta é uma oficina de teatro de animação, desde a criação de um texto para o teatro de bonecos, até as técnicas de manipulação e confecção de bonecos e formas animadas, permitindo uma iniciação ao do teatro de animação.

 


“Construindo Bonecos e Brincadeiras”

Público Alvo:  adultos e crianças interessados a partir de 6 anos.

Oficina de confecção de bonecos e brincadeiras. Cada participante vivencia os processos de confecção de seus próprios dedoches, fantoches e flanelógrafos.